Abrir um escritório de Advocacia: Conheça o passo a passo

Passo a passo para abrir um escritório de advocacia para advogados,

Você, advogado, sabe quais são os passos necessários para abrir um escritório de advocacia?

Até o ano de 2015, cerca de 5% dos profissionais de advocacia em nosso país integram algum tipo de sociedade formal. Entretanto, com a possibilidade das atividades de advocacia serem contempladas pelo Simples Nacional, este cenário foi alterado. 

Hoje, cinco anos após, o número de Sociedades de Advogados cresceu de forma exponencial, representando cerca de seis vezes mais o que era registrado em 2015. 

No entanto, a grande verdade é que nem todo mundo sabe como abrir um escritório de advocacia. Sendo importante lembrar as responsabilidades que a formação da sociedade emana. 

Dessa forma, preparamos para os nossos leitores este artigo, que vai abordar como um advogado pode montar o seu escritório e se beneficiar das vantagens que o regime Simples Nacional oferece. Acompanhe!

Quer saber como abrir um escritório de advocacia? 

Está pensando em abrir um escritório de advocacia, mas ainda não possui certeza se está preparado para este novo desafio? Nós podemos te ajudar. 

A seguir, iremos lhe ensinar o passo a passo de como montar um escritório jurídico, bem como os aspectos que podem influenciar em sua decisão. Confira!

  1. Faça uma análise do mercado antes de abrir um escritório de advocacia

O primeiro passo que todo profissional de advocacia deve se ater, se pretende abrir um escritório de advocacia, é se manter atento às demandas de mercado e ao comportamento do cliente. 

Isso porque é preciso analisar diversos pontos como perfil profissional, porte da cidade onde está sediado, concorrentes diretos e também os indiretos. 

Desta forma, é de extrema importância realizar uma profunda análise, busque se diferenciar do mercado e invista nos setores de pouca cobertura.

Aproveite para aprender lendo: Lucro Real: Este pode ser o melhor regime tributário para a sua empresa

  1. Pesquise o que é melhor: uma sociedade com outro advogado ou uma sociedade unipessoal?

Outro ponto importante, que deve ser estudado durante a análise de mercado e validação de um negócio, é o fator de empreender sozinho ou ter apoio de um sócio.

Desse modo, o Estatuto da Advocacia e a Ordem dos Advogados do Brasil (EAOAB), permite, desde 2016,  a atuação de um advogado de forma única, por meio do modelo de Sociedade Unipessoal de Advocacia.

Esta opção se assemelha bastante a de um profissional autônomo, no entanto, permite a escolha do regime Simples Nacional como sistema de tributação. 

Dessa maneira, o profissional poderá ter o recolhimento de seus impostos com valores reduzidos e evitará também a cobrança de altas obrigações tributárias presentes na atividade profissional liberal. 

Diante disso, a alternativa Sociedade Unipessoal tem se tornado uma excelente escolha. Em contrapartida, se deseja montar uma sociedade com a presença de outro sócio, é preciso considerar o perfil de cada advogado que possa a vir se tornar seu sócio.

Dessa forma, é importante considerar como este profissional poderá agregar ao empreendimento, como suas experiências, especialidades, conhecimento de escritório, mercado e etc. 

  1. Defina a área de atuação

Após a compreensão dos pontos anteriores, chegou o momento de o leitor pensar qual área de atuação no mercado ele poderá escolher ao abrir um escritório de advocacia

Sendo assim, a abertura de uma sociedade serve para ampliar a oferta de serviços oferecidos aos seus clientes. Logo, este fator pode acabar influenciando na hora de considerar o melhor modelo de empresa para si. 

4-Faça um planejamento financeiro do escritório antes de abrir um escritório de advocacia

A elaboração de um bom planejamento financeiro para o escritório de advocacia contribui tanto na abertura de uma empresa como também em seu desenvolvimento. 

Veja a seguir quais fatores devem ser considerados durante a elaboração de um planejamento financeiro para escritório de advocacia: 

  • Estabeleça um orçamento; 
  • Controle o fluxo de caixa; 
  • Defina objetivos e metas;
  • Faça uma boa gestão de investimentos; 
  • Preserve o capital de giro; 
  • Tenha um fundo reserva;
  • Crie métricas de desempenho; 

Ou seja, o cuidado com a saúde financeira de um negócio deve ser tomado desde a sua formalização e não somente após a sua abertura.

Dito isso, todo empreendedor deve se manter atento e acompanhar todas as movimentações financeiras, seja por meio de uma planilha ou com um sistema de gestão. 

Por fim, como podemos perceber, os desafios de abrir um escritório de advocacia são muitos. E, por isso, se torna fundamental ter um bom planejamento e apoio de profissionais especializados ao seu lado. 

Precisa de ajuda para montar seu escritório jurídico? Entre em contato com um de nossos especialistas. 

Confira mais dicas e conteúdos como este em nosso blog e aproveite para seguir também as nossas redes sociais

Aproveite para conferir também: Você sabe qual a importância de uma Contabilidade para Escritórios de advocacia?

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Preencha o formulário e um dos nossos especialistas entrarão em contato com você.

*preenchimento obrigatório

Preeencha o formulário para receber o nosso e-book.