Listamos os 4 principais tipos de empresa e suas características

Abrir um negócio é um grande passo para quem sonha obter sucesso no mundo do empreendedorismo. No entanto, para trabalhar com segurança e garantir um bom planejamento tributário é essencial conhecer um pouco sobre tipos societários. Conheça os principais tipos de empresa e suas características.

Afinal, cada um dos tipos de societários traz especificidades que podem ser aplicáveis ou não para a realidade do seu negócio. É claro que apenas um profissional capacitado vai saber indicar qual a opção mais adequada, porém, cabe ao empreendedor manter-se bem informado para evitar qualquer escolha equivocada ou prejuízo.

Para ajudar você, listamos os 4 tipos de empresa mais conhecidos e suas especificidades. Confira!

Conheça 4 dos principais tipos de empresa

Como dissemos, realizar o enquadramento correto do negócio é muito importante para garantir o máximo de eficiência. Por isso, consultar um bom contador faz toda a diferença e pode evitar muitas dores de cabeça no futuro.

Ainda assim, para otimizar seu tempo e facilitar o entendimento, é importante conhecer um pouco sobre o assunto. Portanto, continue a leitura e descubra alguns dos tipos de empresa mais conhecidos e suas particularidades!

1. Sociedade Empresária Limitada – LTDA

Esse é um dos tipos de empresa mais usados no Brasil. Sua principal característica é a separação entre o patrimônio da operação e os bens pessoais dos sócios. Para se constituir nesse formato, é necessário que existam dois ou mais sócios, que podem ser Pessoa Física ou Jurídica.

A participação de cada um é definida de acordo sua participação econômica no negócio. No entanto, independentemente disso, o poder diretivo pode ser dividido igualmente entre eles, caso assim desejem.

A remuneração dos sócios é dividida entre retirada pró-labore, que é paga apenas ao sócio administrador da sociedade e o valor é determinado entre os sócios, sendo recomendado no mínimo o valor de um salário mínimo vigente, outra forma e a principal forma de remuneração dos sócios é a partir da distribuição dos resultados auferidos pela sociedade, ou seja, a distribuição dos lucros que costuma ser proporcional ao valor investido, mas, não necessariamente precisa seguir esta regra, nosso código civil trás algumas possibilidades de distribuição desproporcional a participação dos sócios que podem ser observadas caso seja de interesse da sociedade.

2. Microempreendedor Individual – MEI

O MEI surgiu como uma maneira de formalizar pequenos empreendedores que antes atuavam sem nenhum tipo de enquadramento. Esse modelo é perfeito para pessoas que trabalham sozinhas e ainda não têm um faturamento muito elevado, já que a carga tributária e as obrigações decorrentes da atividade costumam ser mais simplificadas.

Ele deve faturar no máximo R$ 81.000,00 por ano, não ultrapassando o limite de R$ 6.750,00 mensais.

Além disso, o MEI reúne vários benefícios, como participar do Simples Nacional e ser isento de algumas obrigações.

Mas engana-se quem acredita que ele não tem obrigações. É necessário pagar uma quantia fixa por mês — que vai variar de aproximadamente R$ 50,00 a R$ 60,00, de acordo com a área de atuação, realizar um relatório mensal das receitas e a declaração anual do faturamento do Simples Nacional.

3. Sociedade Limitada Unipessoal – SLU

A Lei nº 14.195/21 surpreendeu muita gente ao trazer o fim da EIRELI – Empresa Individual de Responsabilidade Limitada. De acordo com a nova legislação, todas as empresas registradas sob esse tipo societário serão convertidas de forma automática em Sociedade Limitada Unipessoal – SLU.

Um dos principais benefícios da EIRELI era justamente a possibilidade de constituir uma empresa com apenas um sócio com separação entre seu patrimônio e os bens da operação. Assim, em caso de dívidas contraídas pela empresa, o sócio não teria seus recursos pessoais alcançados.

Embora sejam muito parecidas, a principal diferença entre a EIRELI e a SLU está no capital social. Enquanto a primeira demanda um investimento inicial de certa de 100 salários mínimos, a segunda permite que você abra a empresa com qualquer valor.

Fora isso, a Sociedade Unipessoal também é composta apenas por um sócio com responsabilidade limitada aos bens da empresa e tem a vantagem de permitir que o proprietário abra mais de um negócio, desde que eles também sejam SLU. Por isso, são ótimas opções para profissionais autônomos que não se enquadram em outros modelos.

4. Sociedade Anônima – S/A

Esse é outro tipo de empresa entre os mais conhecidos no país. As Sociedades Anônimas são regidas pela Lei nº 6.404/76 e têm regras bem específicas para sua constituição. Por demandarem um investimento muito alto, geralmente são formatos utilizados por grandes empresas e contam com acionistas em vez de sócios.

Elas podem ter capital fechado — ou seja, as ações só podem ser negociadas internamente — ou aberto, podendo as ações serem negociadas na bolsa de valores.

Veja como formalizar o seu negócio

Formalizar o negócio vai garantir muitas vantagens ao empresário. Além de proteger o patrimônio pessoal, permite acesso ao microcrédito, participação em licitações, possibilidade de comprar insumos mais baratos direto com o fabricante e mais segurança jurídica para trabalhar, entre outras.

Se essa for a primeira vez que vai abrir uma empresa, é interessante atentar ao seguinte passo a passo:

  •  vá à Secretaria de Fazenda e veja se existe alguma pendência no CPF dos sócios;
  • faça a consulta prévia do nome que deseja colocar na empresa;
  • cheque a situação do endereço escolhido na prefeitura;
  • crie o Contrato Social;
  • selecione o regime societário;
  • dê entrada no CNPJ;
  • solicite os alvarás de funcionamento necessários.

Como foi possível perceber, existem diferentes tipos de empresas, cada qual com características particulares. Para descobrir qual a mais indicada para o seu caso, o ideal é contratar um escritório de contabilidade competente. Assim, será possível mapear as suas atividades e realizar o enquadramento da maneira mais recomendada para as necessidades do seu negócio.

Gostou do que leu? Então, curta nossa página no Facebook e fique por dentro de outros conteúdos exclusivos que ajudarão no crescimento do seu negócio!

Compartilhe esse post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Preencha o formulário e um dos nossos especialistas entrarão em contato com você.

*preenchimento obrigatório

Preeencha o formulário para receber o nosso e-book.